sexta-feira, 30 de setembro de 2016

Pergaminhos do Cosmão Vol. 1 - A Síndrome do Labirinto e a Locadora do Cosmão





Hoje eu vou começar uma série aqui no blog voltada exclusivamente para opinião. Toda postagem dos Pergaminhos do Cosmão, será voltada para opinião minha e de possivelmente um convidado, acerca de algum tema atual ou não, mas sempre envolvendo games. O tema escolhido para o início é um assunto que poucos dão importância, mas que afeta diretamente quase todo mundo que joga videogame nos dias de hoje: a Síndrome do Labirinto. Aproveito também e inicio as postagens das Locadoras do Cosmão, que serão quinzenais! Bora então?


A Síndrome do Labirinto é um nome fictício para um problema real, que pode ser resumido em uma simples pergunta: "o que vou jogar agora?". Descobri esse nome e toda a idéia por trás dele através do site Projeto Jogatina, que é de onde eu tirei inspiração também para compor a Locadora do Cosmão. Ao Pastor Cospe Fogo e toda a trupe, meus mais sinceros cumprimentos!

 Quase todos que jogam nos dias de hoje, vez o outra, acabam tendo esse dilema. Isso se dá unicamente por dois fatores:
1 - enorme oferta de jogos atualmente;
2 - a facilidade gritante de acesso aos mesmos;

Antigamente, não tínhamos problemas com isso. Antigamente que eu digo, é lá pelos anos de 1988 à 1995, aproximadamente. Isso porque tínhamos opções mais escassas, dependíamos de escolher o jogo para jogar e ele seria nosso parceiro por horas, por dias, muitas vezes por meses, pois comprar um jogo naquela época era um proeza para poucos. Então, como fazíamos? As locadoras eram a nossa solução e nosso oásis! Qual garoto da época nunca sonhou em MORAR em uma locadora, só pra aproveitar os jogos sem qualquer limite ou gasto? Todos nós sonhávamos com isso, um mar de jogos, de consoles diferentes, tudo só dependendo da nossa vontade para serem jogados e destrinchados.



Pois bem, saibam vocês que hoje nós vivemos dentro de locadoras praticamente infinitas. Quem joga em emuladores (o que eu presumo que seja 90% dos que lêem esse blog), sabe muito bem o que se deparar com fullsets de mil, dois mil jogos. Aventuras sem fim, inimigos aos montes, jornadas épicas, tudo às centenas, aos milhares, só esperando nossos cliques. É fácil, é rápido, é simples. E é por isso que a Síndrome do Labirinto existe.

Essa síndrome faz com que o jogador fique literalmente perdido entre tantas opções e comece a jogar vários jogos ao mesmo tempo, ou um após o outro, sem dar-se uma chance de conhecer realmente o jogo ou explorá-lo até as últimas consequências, como fazíamos antigamente. É ligar o game, apertar start, jogar até perder a primeira vida e desligar. Simples, basta escolher outro e repetir o processo por mais cem vezes! E depois disso? Ahh, o problema mesmo vem depois de todo esse ritual ser repetido por centenas, milhares de vezes até...



E como evitar isso? A força de vontade vem em primeiro lugar. Se você não for determinado, jamais conseguirá usufruir dos jogos e das possibilidades dos dias de hoje. Você vai acabar começando trocentos jogos e não terminando nada, sequer chegando na metade deles. É preciso foco, escolher o jogo e ir até o fim.

Mas, existem ferramentas para lhe ajudar. Eu vou citar duas, uma é derivada da outra e ambas podem andar juntas. A primeira solução é se cadastrar no já citado Projeto Jogatina e, por lá, escolher um jogo para jogar. Trata-se de um site voltado unicamente para registro de jogatinas. Foi lá que aprendi o que era a Síndrome do Labirinto e foi lá que comecei a me "curar" por assim dizer. Você entra, cadastra, escolhe o jogo, joga e vai descrevendo sua experiência, tal qual fazíamos antigamente.



Outra ferramenta, que criei à partir da idéia do Projeto Jogatina, foi a Locadora do Cosmão. À cada 15 dias, (ela já foi semanal e já foi mensal, mas quinzenal parece ser o tempo mais do que suficiente para aproveitar os jogos), sempre às sextas feiras, eu lanço uma imagem com alguns jogos de vários sistemas. Você pode escolher quantos quiser dentro deles, mas o ideal é você simular realmente que está numa locadora e pegar de dois a três jogos para jogar. O tempo para terminá-los é de 15 dias, quando é postada outra locadora e assim sucessivamente.



Como muitos gostaram da idéia, eu resolvi lançá-la em vários grupos e agora também no facebook, através da página dos Invasores, do meu amigo Juliano. Além dos jogos para "alugar" de vários sistemas, temos desafios com dois jogos de arcade (um sempre sendo de navinha, do Clube da Navinha) e também o desafio de pontuação do Atari 2600. Toda locadora vai trazer os 3 records de cada um dos dois jogos postados, portanto, seu nome pode estar na próxima locadora.

Um adendo sobre tudo isso: tanto a locadora quanto o site do Projeto Jogatina, tem sua base fixada na honestidade. De nada adianta você querer pegar um jogo, começar e parar pra pegar outro. Ou então trapacear na pontuação, seja nos arcades, seja nos jogos do Atari 2600. Isso anula por completo a intenção de ambos, que é divertir ao invés de entediar. Save states são a opção de cada um, mas eu raramente utilizo e não recomendo para garantir uma jogatina saudável (by Vigia).

Então, fiquem com a primeira Locadora do Cosmão a ser postada no Shugames, escolham seus jogos e boa jogatina, porque dia 14 tem mais!



Primeiramente, a seleção de jogos dos sistemas da Sega!






















Para o Mega Drive, temos esses 5 petardos:
- Gunstar Heroes, Splatterhouse 3, Sonic the Hedgehog 3, Wonderboy in Monster World e Arcus Odyssey.






No 8 bits, Master System, estão disponíveis:
- Running Battle, Land of Illusion, Golvellius e Rastan.




Para o Dreamcast e o estreante Sega CD:
Dreamcast - Border Down e Soul Fighter.
Sega CD - Chuck Rock 2 Son of Chuck e Lords of Thunder.





No Sega Saturn e no segundo estreante, o Sega 32X, estão disponíveis:
Sega Saturn - Panzer Dragon 2 e Shining Wisdom.
Sega 32X - Blackthorne e Kolibri.






Do lado da Nintendo, começando com o saudoso Super NES, com 5 jogaços prontos pra serem detonados:
- Doom Troopers, Super Turrican, Rocky Rodent, Axelay e Goof Troop.





Seguindo pelo Nintendo 64, ou "nintendão", bons clássicos:
- Castlevania Legacy of Darkness, Mario Kart 64, 007 Goldeneye e Paper Mario.





O charmoso 8 bits da empresa, NES, entra com:
- Gimmick, Pitfal 30th years Anniversary (hack), Panic Restaurant e Kid Dracula.





E, para o Gamecube, estreante na locadora, os títulos selecionados são:
- Eternal Darkness, Billy Hatcher and the Giant Egg, Luigi's Mansion e Final Fantasy Crystal Chronicles.





Para os sistemas da Sony, Playstation 1 e Playstation 2, estão disponíveis:
Playstation 1 - Gran Turismo 2, Castlevania Chronicles, Wild Arms e Syphon Filter 2.
Playstation 2 - Shadow of Rome, Castlevania Curse of Darkness, Spyro Hero's Tail e The Punisher.





NeoGeo e PC-Engine encerram os consoles de mesa dessa locadora com:
NeoGeo - Magician Lord e Double Dragon.
PC-Engine - Legendary Axe 2 e Soldier Blade.






No armário de portáteis, serão 3 jogos por sistema, para tornar mais dinâmica a jogatina:
Nintendo DS - Alien Infestation, Metal Slug 7 e New Zealand Story Revolution.
GameBoy Advanced - Magical Quest 2, Crash Bandicoot the Huge Adventure e Bruce Lee Return of Legend.
GameBoy e GameBoy Color - Bugs Bunny in Crazy Castle 4, Super Mario Land e Legend of Zelda Oracle of Ages.
PSP - Death Jr, LocoRoco e Metal Gear Acid.
GameGear - Aerial Assault, Bram Stoker Dracula e Hurricanes.
NeoGeo Pocket - Metal Slug Second Mission, SNK vs Capcom Card Fighters Capcom Version e Dark Arms.





Também estreando na locadora, o sistema PC, essa semana com jogos que mesclam a qualidade do passado com algumas inovações do futuro, geralmente voltados para o retrô, entre jogos oficiais e hacks com qualidade:
PC - Castle in the Darkness, Odallus e Megaman Unlimited.





Ainda temos a tábua de records de High Scores do Atari 2600, com os resultados da semana passada e mais dois jogos para vocês baterem records de pontos. Lembrando que, os records de pontos terão que ser fotografados e enviados para a página dos Invasores, no link da postagem da locadora por lá!
RECORDS ATARI 2600 - Plaque Attack & River Raid.





Outra novidade que incluí essa semana e que passará a fazer parte em toda locadora, é a área de Relocação ou Catálogo, que envolve de 4 a 5 jogos resgatados da locadora passada para que possam ser relocados ou renovados, caso ainda não os tenha terminado. Os jogos dessa rodada são:
CATÁLOGO/RELOCAÇÃO - Phantasy Star IV, Alundra, Golden Sun e Chrono Trigger.





O Desafio Arcade desta quinzena fica por conta do Prehistoric Isle 2, direto do Clube da Navinha, e do Black Dragon/Tiger, com o desafio das 3 fichas!

E com isso a locadora quinzenal está aberta! Façam suas escolhas sabiamente, tendo em mente que quantidade pode gerar o fracasso da jogatina. Peguem poucos jogos, terminem e depois troquem por outros. A diversão precisa estar sempre acima de qualquer coisa quando se trata de videogames! Boa locação!

20 comentários:

  1. Tem umas manhas pra não ficar perdido. Escolher o sistema, se ele possui as melhores versões de algo, se os seus exclusivos prestam etc.. Jogar os mais populares, depois buscar os relacionados, por fim se tiver paciência ir desbravando as fullsets. Também é legal pegar franquias que atravessam diversos sistemas ou simplesmente buscar os mais significativos na história e seus clones. O importante mesmo é como tu falou, ser determinado a terminar as paradas.

    Só acho que é uma boa intercalar gêneros e sistemas, pois uma hora torra a paciência ficar na mesma área.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mesmo escolhendo um sistema ou um gênero, o mar de opções é tão gigantesco que desanima muitas vezes antes de sair procurando...

      Excluir
  2. achei legal a idéia. eu tenho vários consoles e faz dois anos que não zero um jogo por esse motivo, começo um jogo logo pego outro e......mas agora estou empenhado em zerar warlock(snes),para depois ir para sua locadora,parabéns e que bom que voltou com força total,seu blog é o melhor que já visitei e adoro seu trabalho, obrigado por continuar com a gente e que deus o abençoe, abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado Fábio e que belíssimo sobrenome, adoro Rastan hehehe!
      O blog voltou sim, com força total, espere muitas novidades durante a próxima semana!

      Excluir
  3. Aeee Cosmão ! Sensacional !!! O melhor sobre o assunto "Jogo Véio" Tamo junto !

    ResponderExcluir
  4. Excelente postagem, Cosmão.

    Eu sou exatamente um desses tipos de gamers das antigas.

    Estou fechando Sonic Unleashed e, mesmo o jogo sendo considerado ruim por muitos fãs, estou completando 100% daquela bagaça.

    Tenho uma dezena de outros jogos na coleção para fechar, mas sou do tipo que não começo outro se não terminar de completar um.

    Isso é ruim, porque ás vezes ficamos limitados por conhecer um jogo só, mas, no entanto, permite que nos tornemos verdadeiros mestres quando o assunto é o jogo em questão.

    Acho que vale a pena só por isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente! Começar um jogo e ir até o fim dele, nos dias de hoje, se tornou uma tarefa árdua por vários motivos, incluindo os que você citou e os que eu citei na matéria!

      Engraçado lembrar que, no passado, a gente alugava um jogo e, por pior que fosse o jogo, íamos até o fim dele e fazíamos de tudo, muitas vezes por vários dias e várias vezes! Essa prática foi praticamente extinta, mas espero recuperá-la com a ajuda da locadora!

      Excluir
    2. A extinção dessa parte se deve também a própria desenvolvedora de jogos.

      Naquela época, os nossos objetivos se resumiam apenas em chegar ao final do game com um bom score. Era algo simples. Trabalhoso, mas simples para qualquer mortal entender.

      Hoje, para aumentar a vida útil do game, elas enfiam goela abaixo uma penca de conquistas, extras, material bônus, missões, finais alternativos e outras dezenas de coisas que não acrescentam em nada a experiencia original do game. Apenas o transformam em algo muito chato e tedioso.

      Talvez isso explique a nossa desistência fácil dos novos jogos, principalmente, os AAA.

      Ah, e vou levar o Billy Hatcher, mas se tiver feriado não vamos perder a tradição, hein! Só troco depois de 16 dias. huahua!

      Excluir
    3. Concordo plenamente com vc! Comentei com amigos que, outro dia, eu dormi com o controle do Xbox 360 nas mãos enquanto "jogava" aquele Prince of Persia Forgotten Sands. O jogo é bom? É bom, é bacana, mas me deu um sono aquela sequência inicial, tudo praticamente automático, você só segue em frente, com dificuldade quase nula...

      Agora só estou rejogando mesmo Dark Souls 2, pelo menos o jogo não te chama de burro por 20 minutos antes de começar realmente.

      E esse Billy Hatcher eu sempre quis jogar, me parece ser um jogão! Boa jogatina e boa locação Jules!

      Excluir
  5. Eu tenho uma lista enorme de jogos pra fechar.Eu recentemente tenho jogado:
    -Revenge of Shinobi(MD) Nunca consegui zerar quando era criança, mas aos poucos to indo.
    -Klonoa - Door to Phantomile(PS) To perto de fechar. Jogo lindo.
    -Super Mario World e Actraiser(SNES) Viciado pela jogabilidade do smw. Actraiser fui jogar por que o Koshirão fez a trilha sonora mas o jogo me surpreendeu. Eu já tinha o fechado antes, mas queria jogar de novo pra ver seu eu passava melhor do que na primeira vez.
    Ah cosmão, adorei essa ideia da locadora. Depois acho que irei adotar o sistema dela.

    Queria perguntar uma coisa. Você manja de ps2? Vejo que o ps2 tem uma porrada de jogo e queria saber se poderia fazer um post de jogos desconhecidos dele, poderia ser só o nome dos jogos xD. Ou até mesmo me indica um blog ou canal que fale algo sobre isso. Unico jogo do ps2 que zerei foi o Silent Hill 2.

    Obrigado e abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Playstation 2 está para estrear no Shugames em breve, justamente com jogos desconhecidos!

      Obrigado pela visita Marcelão!

      Excluir
  6. Peguei, Magician Lord (NG ), Super Turrican ( SNES ) e o Super Pitifall ( NES ), Uso Raspberry com Recalbox em um TV Antiga e com u controle que é de um XBOX 360... e como sofro da tal síndrome de Labirinto achei super legal a iniciativa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu Franklin, a idéia é que todos aproveitem mais os jogos, ao invés de ficar apenas trocando entre eles!

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  8. Eu tmb estou fazendo isso Cosmão. Porém, de uma forma um pouco diferente. Eu listo (em txt mesmo) tudo o que estou jogando no momento. Cada sistema (Nes, Mega Drive, ...), eu escolho de dois a três para jogar. Registro eles no txt, e só posso mudar o jogo, quando zerar um deles. E cara, não é que está funcionando msm rsrs. Pois, antes eu estava com essa síndrome do labirinto, não conseguia jogar nem 5 minutos um jogo e já passava pra outro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma boa alternativa sim Felipe!
      Isso evita que comecemos duzentos jogos e não terminamos nada!

      Excluir
  9. Fala Cosmão! Descobri o Shumagames semana passada enquanto buscava listas de melhores jogos do NES buscando justamente uma luz no fim do túnel em meio a síndrome do labirinto que assola a maioria retrogamers! Curti muito a ideia da locadora e vou aderir ao movimento com certeza! Obrigado pelo ótimo conteúdo da postagem e principalmente do blog, desde que conheci o blog já baixei mais 666 jogos aqui com a promessa de destrinchá-los um dia...hehehe

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo acesso. Espero que lhe ajude a organizar suas jogatinas!

      Excluir